Wikia

Saint Seya Wiki

Fudou de Virgem

Comentários598
1 839 pages em
Este wiki
Fudou de Virgem
バルゴのフドウ
Fudo Virgo Saga de Pallas
Nome
Títulos O Guardião Imóvel
O Cavaleiro da Condenação e da Salvação
Romanização Barugo no Fudō
Simbologia Fudo-Myo
Dados gerais
Classificação Cavaleiro de Ouro
Armadura Armadura de Virgem
Constelação Virgo
Atributos do cosmo Fogo Fogo[1]
Divindade Marte (Inicialmente)
Atena
Dados básicos
Gênero Masculino
Signo zodiacal Virgem
Local de nascimento Índia
Dados de treinamento
Local de treinamento Índia
Dados de anime e mangá
Estréia Anime (Ω): Episódio 37
Seyuu Tomokazu Seki
Dublador Thiago Longo


Cavaleiro de Ouro da constelação de Virgem que defende a sexta das Novas Casas do Zodíaco. Rege a Convicção e o Julgamento. Afirma ser a reincarnação de Fudo-Myo e é dito possuir um imenso cosmo que seria o primeiro ou segundo mais poderoso entre os Cavaleiros de Ouro. Luta pela salvação do mundo e irá tentar levar aqueles que considera desviados para o caminho certo, mesmo que precise matá-los. Sua técnica final, Myou Rairin, convoca os Cinco Reis da Sabedoria à Terra para trazer a salvação aos seus oponentes.

Descrição do personagem no site da Toei

[2]

Fudou de Virgem (バルゴのフドウ, Barugo no Fudō, lendo se 不動おとめ, Otome no Fudō) é um Cavaleiro de Ouro do século XXI conhecido como o guardião inabalável e imóvel da Casa de Virgem, que traz a Condenação e a Salvação. Ele alega ser a reencarnação de Fudo-Myo, um dos Cinco Reis da Luz e da Sabedoria da doutrina budista. Antes devoto aos ideais de Marte, acreditando que este traria a salvação definitiva para a corrupta humanidade, Fudou se tornou um aliado de Atena após a derrota do deus da guerra.

Origem do NomeEditar

O nome de Fudou e seu título como cavaleiro possuem duas origens:

  • Termo: "Fudō" significa "imobilidade", fazendo pleonasmo ao fato dele ser reconhecido "Cavaleiro Inabalável e Imóvel"
  • Religião: No budismo indo-tibetano, Acala (em sânscrito, अचलनाथ, Acalanatha Vidya Rāja (a), ou "Senhor Inabalável"), é uma deidade do budismo (vajrayana) mais conhecido como um dos Cinco Reis da Sabedoria do Reino do Ventre, é o destruidor da ilusão e o protetor do budismo. Sua imobilidade refere-se à habilidade de não ser movido pelas ilusões fenomênicas e apesar de sua temível aparência, seu papel é o de ajudar todos os seres, mostrando-lhes os ensinamentos para aprender o autocontrole, entretanto nesta versão do budismo, Acala não é um Buda. Já no budismo sino-japonês, Acala é conhecido como Fudo-Myōō (不動明王) que no Japão é considerado um dos treze Budas, uma deidade protetora das artes marciais que representa o espírito calmo, livre da agressividade, sendo que para os praticantes de artes marciais, a figura dele representa o maior de todos os oponentes, a própria pessoa, com seus medos e limitações auto-impostas, que impedem cada um de evoluir, eis que, para conseguir dominar e superar as barreiras e adversários, é necessário conhecer-se a si próprio e vencer suas frustrações.

CaracterísticasEditar

AparênciaEditar

Fudou é um homem de pele bronzeada e com longos cabelos verde claro cascateando seus ombros, devido a heterocromia seus olhos possuem uma cor de cada, ou seja, um da cor roxa e outro dourado. Quando não esta utilizando sua Armadura de Virgem, Fudou usa um manto vermelho que cobre parte de seu peito com calças azul anil e botas castanhas. Ele também utiliza brincos dourados que ficam escondidos embaixo de seu cabelo.

Quando furioso, o rosto de Fudou sofre uma deformação que o deixa medonho e ao ativar os poderes de seu cosmo, os olhos dele ganham uma tonalidade brilhosa de vermelho e ao chegar a sua "encarnação iluminada", os cabelos de Fudou se tornam loiro claro.

PersonalidadeEditar

A serenidade de Fudou

A serenidade de Fudou

Como todos os Cavaleiros de Virgem até então apresentados, Fudou é um adepto da religião budista, no entanto, diferente de seus predecessores, ele não segue os ensinamentos de Buda e sim de Fudo-Myo. Fudou herdou também os mesmos preconceitos que seu antecessor, Shaka de Virgem, mantinha em suas primeiras aparições, antes de mudar suas perspectivas graças aos Cavaleiros de Bronze. Ele também é uma pessoa de atitude auto-proclamadamente "virtuosa" e possui um complexo de deus que o faz pensar que suas ações devem ser vistas como "atos de salvação" e também demonstrou ter arrogância em acreditar ter autoridade em julgar os pecados das demais pessoas como visto quando Fudou avalia os pecados daqueles que caem em seu "Julgamento Divino".

Fudou também tinha fé absoluta na figura do Grande Mestre (da mesma forma que Shaka tinha), mesmo quando a autoridade máxima do Santuário se mostra propensa à atitudes questionáveis. No caso de Fudou, ele era inicialmente, devoto aos ideais do deus Marte, compartilhando da ideia de que a raça humana chegou a um ponto de completa perdição, e que apenas Marte será capaz de recriá-la com justiça. Após a derrota do Deus da Guerra, Fudou finalmente viu os ideais puros de Atena e decidiu lutar ao lado dela pela paz do mundo, contudo ele ainda se questiona o porque dela sempre tentar seguir o caminho correto. Mais tarde,  ele também suspeitaria que Saori sentia algo muito profundo com relação a Seiya ao ver quão ela se preocupava com ele ao vê-lo ferido.

Fudou com Raiva

A raiva deforma o rosto de Fudou

Em combate, Fudou demonstra uma completa serenidade e uma compostura fria que o mantem tranquilo, independente da situação, entretanto sua serenidade e paciência não são infinitas, pois ao ver a determinação dos Cavaleiros de Bronze em ignorar seus avisos, ele demonstrou sua raiva, ao ponto que afirmou que exterminaria a todos pela ousadia de desafia-lo. Sendo que ao utilizar uma de suas técnicas mais fortes para mostra o quão inuteis eram os esforços deles por tentar vence-lo, Fudou os deixou em um estado de medo, temor e terror ao testemunharem suas habilidades. 

Fudou também tem um complexo de superioridade ao mostrar sua aversão por uma luta que claramente indique que ele é o mais poderoso, mas ao mesmo tempo, Fudou demonstra respeitar o poder daqueles que os surpreendem, chegando até chorar ao ver a determinação no ataques dos jovens cavaleiros, e por respeito também demonstra seu grande poder a eles. Contudo, ele também foi capaz de mostrar misericórdia quando deixou Orion passar por sua casa, depois de avaliar melhor os objetivos dele. Fudou também revelou ser uma pessoa humilde, pois durante seu confronto com Hyperion, junto a Shiryu de Libra e Kiki de Áries, Fudou alega que ele nunca se apegou a seu titulo como cavaleiro e se sentiria orgulhoso em perde-lo, desde que conseguisse vencer o Pallasito, tudo afim de ajudar Atena e seus amigos. No final da serie, ele mais uma vez demonstrou sua humildade quando foi lhe oferecido o cargo de lider do Santuário ao declarar que Harbinger seria um Grande Mestre mais adequado que ele.

HistóricoEditar

Saga de MarteEditar

Casa de VirgemEditar

Capturar 2

Fudou aparece  na forma de uma chama de fogo.

Soma de Leão Menor e Haruto de Lobo, após lutarem contra Micenas de Leão , seguem até a Casa de Virgem. Logo na entrada, percebem o grande poder do guardião que está lá dentro e param hesitantes, na entrada. A Casa de Virgem, por fora, parecia um templo de meditação budista com duas estátuas colossais representando os ensinamentos dos Vedas, na doutrina budista. Enquanto isso na Casa de Áries, Kiki de Áries comemora o sucesso dos Cavaleiros de Bronze enquanto extermina os marcianos com a ajuda de Harbinger de Touro. Kiki diz que Fudou está entre os cavaleiros de ouro mais poderosos devido a seu cosmo descomunal e teme pela vida dos jovens. Fudou, utilizando sua telecinese, fecha a entrada da Casa de Virgem e prende Haruto e Souma lá  dentro.

Os dois cavaleiros são surpreendidos por Fudou, que aparece na forma de uma grande e calma chama de fogo no centro da Casa. Eles não conseguem enxergá-lo, devido às habilidades do Cavaleiro, que conseguiu esconder sua imagem atrás de uma ilusão. Fudou avisa aos cavaleiros que se adentrarem mais naquele lugar, serão tragados pelas chamas do Inferno e avisa que gostaria de evitar o combate.
Capturar 5

Fudou afirmando ser a encarnação do deus budista Fudo-Myo.

Os dois jovens, decididos, declaram guerra ao Cavaleiro de Ouro, que decide mostrar sua verdadeira forma, escondida na escuridão do lugar. O Cavaleiro de Virgem aparece em sua primeira encarnação, sentado em um trono de pedra, e anuncia ser o Cavaleiro de Ouro da Condenação e da Salvação, a reencarnação de Fudo-Myo, sendo que nunca poderia ser movido devido ao fato de ser conhecido como o "Guardião Inabalável". Ele afirma que iria eliminar os cavaleiros de bronze sem nem sequer usar sua armadura. Haruto, furioso, ataca Fudou usando kunais, que são desintegradas sem nem sequer tocarem o cavaleiro. Souma também tenta atacá-lo, mas é facilmente repelido pelo Kahn de Fudou. Este avisa aos dois que a Casa de Virgem transformou-se num purgatório, onde as chamas do Inferno queimam, e que apenas pelo fato de estarem ali, o poder deles seria drenado. O Cavaleiro de Ouro então perde a paciência e os ataca com a Explosão de Fogo do Inferno, torrando os dois jovens, mas Souma e Haruto estavam determinados a seguir em frente. Então, Fudou os ataca utilizando uma combinação dos golpes Explosão de Fogo do Inferno e Condenação aos Mundanos para exterminar os dois amigos. Quando tudo parecia perdido, Kouga de Pégaso, Yuna de Águia e Ryuho de Dragão chegam para ajudá-los. Os Cavaleiros de Bronze comemoram o fato de estarem todos juntos, mas Fudou não acredita que os Cavaleiros de Ouro anteriores tenham sido derrotados e resolve exterminar todos os jovens que ali se encontravam. Os cavaleiros não se rendem e atacam o Cavaleiro de Virgem. Utilizando o mantra "Ohm", Fudou consegue repelir facilmente todos os golpes dos Cavaleiros de Bronze, e prende todos os invasores em seu purgatório das chamas do Inferno. Fudou então explica que passou toda a sua vida sentindo o mundo e julgando-o, e chegou à conclusão de que a raça humana era ingrata e cheia de pecados, pois destruía e desperdiçava os bens que Deus a havia dado; ele acreditava fielmente que Marte seria o único que poderia criar um novo mundo e pôr um fim àquela triste realidade. Ao condenar os ideais que impeliam os Cavaleiros de Bronze a prosseguir, Fudou os lembra, através de ilusões, de seus parentes que
FudouArmadura

Fudou conjura a Sagrada Armadura de Ouro de Virgem.

haviam morrido naquelas guerras, e os ataca novamente com a Condenação aos Mundanos combinada com o Castigo Divino. Ainda determinados a prosseguir, os cinco jovens quebram a técnica de Fudou, fazendo com que ele abrisse seus olhos, até aquele momento fechados, e se comovesse com suas determinações, chegando inclusive a derramar lágrimas. Decidido a exterminá-los e utilizando todo o seu poder, Fudou ergue sua espada e invoca a Sagrada Armadura de Ouro de Virgem.

Ao vestir sua armadura, Fudou aparece em sua segunda encarnação, e transforma totalmente a Casa de Virgem, que agora assemelha-se a um lindo e calmo vale sob a a luz do crepúsculo. Os jovens cavaleiros ficam admirados com tanto poder de cosmo, e ficam indefesos diante da última oferta de piedade de Fudou, seu Despertar dos Grandes Reis. Ao ver que seus adversários estavam liquidados, Fudou os ataca utilizando uma grande esfera reluzente, mas seu ataque não surte efeito. Completamente atônitos, Fudou e os jovens percebem a chegada do filho de Marte: Eden de Órion.  Fudou fica confuso e não entende o porquê da chegada repentina de Eden. O Cavaleiro de Bronze, que está ainda mais poderoso, diz que pretende passar adiante, e decide lutar contra o Cavaleiro de Virgem. Fudou percebe que Eden é um traidor e jura exterminá-lo. O Cavaleiro de Virgem ataca novamente com sua técnica, mas o ataque não surte efeito contra Eden, que contra-ataca com o Relâmpago Milenar, derrotando os Reis da Luz e da Sabedoria. Fudou ainda está decidido a persuadir Eden e o ataca novamente com o Condenação aos Mundanos, tentando convencê-lo a desistir de se rebelar contra Marte. Eden não se rende e diz que seguirá até seu pai para fazê-lo ver seus erros, e assim, puni-lo pelo que fez a Aria

Capturar 11

Eden consegue mover Fudou.

O Cavaleiro de Orion se livra da técnica do Cavaleiro de Virgem e o ataca com Tornado Eterno, conseguindo a incrível façanha de mover Fudou. Surpreso com a determinação do filho de Marte, Fudou evolui para mais uma de suas inúmeras formas, a sua terceira encarnação, a "forma iluminada".

Capturar 13

Fudou aparece em sua terceira encarnação.

A Casa de Virgem, então, transforma-se em um calmo lago repleto de bambus. Fudou, calmamente, pede aos cavaleiros que se rendam, enquanto entram completamente em seu doce mundo de utopia e paz, sem lutas. Eden e Kouga resistem e continuam a desafiar o Cavaleiro de Virgem. Fudou, decepcionado, derrama lágrimas novamente, lamentando a escolha dos Cavaleiros de Bronze pelas lutas. Kouga, em um lampejo do cosmo das Trevas, diz a Eden que sua luta contra os ideais de Marte deveria ter sido travada a muito tempo, e que agora era tarde demais para mudar algo. Eden se enfurece e usando seu cosmo, arremessa Kouga e os outros para fora da Casa de Virgem, decidido a lutar sozinho contra Fudou.

Fudou63

Fudou (em sua terceira encarnação) confronta Eden

Determinado a punir Eden por desobedecer as ordens de Marte, Fudou o transporta até a Sala do Julgamento, onde julgaria os pecados do Cavaleiro de Orion e o faria ver seus erros. Ao perceber que não conseguiria nada usando de piedade, Fudou conjura a espada dourada de Fudo-Myo e pulveriza Eden com sua técnica, Alvorecer Divino
Capturar 16

Fudou é atingido pela Devastação de Orion.

Mas, impulsionado pela lembrança de Aria, Eden se reergue para lutar e desperta o Sétimo Sentido, para a surpresa do Cavaleiro de Virgem, que utiliza novamente sua técnica suprema sem sucesso. Com a última chama de seu cosmo, Eden utiliza a técnica Devastação de Orion e arremessa Fudou pelos ares. Por ser um poderoso Cavaleiro de Ouro, Fudou consegue absorver parte do impacto da técnica de Eden e se esquiva. Ele então desiste de lutar e permite que o Cavaleiro de Orion passe adiante, decidindo observar quem criará um futuro correto: Marte ou Eden.

Novas Doze CasasEditar

Mais tarde, Fudou reaparece sendo convocado por Kiki, Harbinger e Genbu para ajudar os Cavaleiros de Bronze a irem até o Planeta Marte e proteger o mundo das Trevas, usando seu cosmo.

Saga de PallasEditar

Fudou Pallas

Fudou, Kiki e Harbinger surpresos com a chegada de Atena

Fudou aparece pela primeira vez em uma premonição de Saori quando a batalha se inicia, mais tarde quando Kouga reúne os Cavaleiros de Bronze da atual geração se une aos demais Cavaleiros de Ouro na presença de Atena e vê a declaração de guerra do Santuário contra os Pallasites. Quando Seiya retorna com Atena desmaiada para o Santuário após o incidente em Palaestra, Fudou tem uma breve conversa com ele. Algum tempo depois, quando Saori se recupera, Fudou conversa com a deusa e explica para ela o básico do nível "Omega" do cosmo.


PallasbeltaEditar

Fudou8

Fudou chega em Pallasbelta

Fudou, junto de Harbinger de Touro e Kiki de Áries, ouve atentamente Atena, que decide se dirigir ao campo de batalha em Pallasbelta. Os três Cavaleiros de Ouro escoltam a deusa até a cidade e derrotam os soldados que aparecem pela frente. Kiki se separa do grupo para reparar as Armaduras de Bronze, deixando apenas Fudou e Habinger na guarda da deusa. Enquanto escoltava a Deusa, ele encontra Integra e sente o cosmo Ikki. Fudou chega junto a Atena no Portal do Tempo e empresta seu Cosmo para Kouga quebrar o Portal.

Castelo de PallasEditar

Fudou98

Fudou deposita seu cosmo junto de Saori e os outros

Após a quebra do Portal do Tempo, Fudou e seus companheiros entram na fortaleza de Pallas. Fudou vê Ikki destruindo o portão de entrada. Ele também vê o Cavaleiro de Fenix e Integra entrando primeiro no castelo. Fudou e os outros cavaleiros entram então no castelo e se encontram com Europa. Este os avisa que existem quatro cominhos a se seguir e somente um levará a deusa Pallas. Logo Saori, Kiki, Habinger, Fudou e Seiya seguem pelo quarto caminho sugerido por Europa


Caminho de VanaheimEditar

Gold Saintas

Fudou parte com Atena pelo caminho de Titan

Fudou escolta Saori pelo quarto caminho e durante o trajeto, conversa com Saori e lhe pergunta do por que ainda ela estar seguindo em frente sabendo que conto mais perto chega de Pallas sua energia é roubada. Logo depois do termino da luta de Ikki contra Aegaeon, Fudou fica muito surpreso que Ikki morreu. Mais a frente do caminho, eles são teleportados por Paradox até uma sala que fica em algum lugar do Caminho de Vanaheim. Ele assiste a luta de Integra contra Paradox. Logo, chega Gallia e fala que o desespero deles começa. Após o ataque de Kiki, Fudou olha para a pallasita e vê ela invocando sua Photontector. 

Omega85 0325

Fudou impede Saori de interferir na luta de Seiya contra Gallia

Quando Saori ia socorrer Seiya, Fudou a detém e lhe diz que todos estavam lutando para protege-la e se ela fosse para o ataque agora, os sentimentos dos outros cavaleiros seriam desperdiçados. Depois, Fudou fala para Saori que os cosmos de Integra e Paradox estavam se juntando para ajudar uma a outra. 

Fudou e Atena dentro do Kahn

Fudou protege Saori com seu Kahn

Ele então protege Saori da distorção do golpe usado por Integra e Paradox, com um de seus mantras, o "Kahn". Ele depois fala que Paradox morreu para ligar Atena e seus cavaleiros a nova esperança. Os Cavaleiros de Bronze decidem lutar contra Gallia sozinhos, enquanto os Cavaleiros de Ouro conduziriam Atena em segurança até Pallas, Kouga e Ryuho cobrem a saída dos Cavaleiros de Ouro do pátio, o qual a Pallasite os havia levado para a batalha e de dentro do Castelo presenciam a derrota de Gallia.

Confronto com HyperionEditar

1512721 601372269935168 649112827 n

Exclamação de Atena.

Após sentir a vontade de ver o mundo que Atena criaria para os humanos, devido ao seu amor pelo próximo, Fudou decide enfrentar Hyperion. Se colocando ao lado de Shiryu e Kiki. Ao ver que todas as técnicas são inúteis contra Hyperion decidem usar a Exclamação de Atena, Fudou diz que nunca se apegou ao título de Cavaleiro, segundo ele dado por seu amigo Marte, sabendo ser única chance de parar seu oponente ele se junta a Kiki
Hyperion morre

Fudou some na Explosão da Exclamação de Atena

e Shiryu. Despertando uma parte do Cosmo Final, o Ômega, utilizam a Exclamação de Atena, que destrói a Tenchihōmetsuzan, e varre Hyperion e
3 Vivos

Fudou, Kiki e Shiryu reaparecem vivos e enviam seus cosmos para Kouga

os usuários da técnica devido ao poderoso cosmo emanado pela técnica.

Mais tarde, Seiya, Saori e Harbinger sentem quando os cosmos de Fudou, Shiryu e Kiki desaparecem, fazendo com que eles lamentem pela mortes de seus companheiros. Depois, Kiki, Shiryu e Fudou se levantam diante dos escombros de sua última luta. Eles sentem que o cosmo de Yuna, Souma, Ryuho e Haruto desapareceram mas não perdem as esperanças. Após terem seus tempos roubados, Fudou e os demais cavaleiros atendem ao chamado de Atena e emprestam seu cosmo para Kouga, para ele lutar contra Saturno.

Fim da BatalhaEditar

Harbingerfudou

Fudou diz que Harbinger é o mais adequado para o cargo de Grande Mestre.

Após a rendição do deus do tempo, Kiki declara que Harbinger foi escolhido por ele, Fudou, Integra, Seiya e Atena, para ser o novo Grande Mestre. Harbinger diz que prefere Kiki, mas o mesmo se diz ocupado pois precisa restaurar as armaduras dos cavaleiros feridos. Em seguida, Harbinger tenta convencer Fudou a aceitar o posto, mas o Cavaleiro de Virgem diz que o Touro é o mais adequado para o cargo. Depois da insistência de Fudou, Kiki, Raki e Integra, Harbinger finalmente cede e acaba aceitando o posto. Em seguida, Kouga aparece e cumprimenta os Cavaleiros de Ouro e diz a eles que sairá em uma jornada pelo mundo.

Habilidades de LutaEditar

Fudou o Inabalável

Fudou incitando o cosmo Omega

Fudo, tal como seus precededores, é um dos mais poderosos Cavaleiros de Ouro de sua época, bem como um dos mais fortes do exercito de Atena. Uma amostra de seu grande poder é que, durante a batalha das Novas Doze Casas contra Kouga e seus amigos (que haviam aprimorado suas armaduras e terem dominando o Sétimo Sentido), mesmo os esforços combinados deles sequer foi capaz de feri-lo, apesar de Fudou estar impondo varias restrições a si mesmo. Uma vez lutando a sério, ele foi capaz de deixar os Cavaleiros de Bronze em um estado de medo, terror e temor antes de vence-los ao demonstrar seu poder total.

Já durante a guerra contra Pallas, Fudou foi capaz de vencer diversos soldados rasos sem nenhuma dificuldade e retardar as investidas de Hyperion sozinho, bem como também a sobreviver a onda de impacto de sua própria Exclamação de Atena conjunta.

CapacidadesEditar

  • Utilização do Cosmo: Sendo um Cavaleiro de Atena, Fudou utiliza o cosmo como sua fonte de energia e por ser Cavaleiro de Ouro, ele tem um controle ainda mais refinado que os demais. Não obstante, sua Cosmo Energia é tão imensa que, segundo Eden de Órion, Fudou tem a posse do maior Cosmo dentre os Cavaleiros de Ouro (sendo superado apenas por Seiya). Ao realizar a Exclamação de Atena com Kiki e Shiryu, Fudou conseguiu despertar uma parte do Cosmo Final, "Omega".
Ataque Elemental de Fogo Fudou

Fudou usando o Elemento Fogo

  • Domínio dos Elementos: Como demonstrado em sua batalha contra os Cavaleiros de Bronze, o cosmo de Fudou é do Elemento Fogo ao qual ele tem o domino absoluto, sendo capaz de criar um fogaréu insuportável que Fudou descreve como as próprias "chamas do inferno". Todo o ambiente criado pela influência das chamas se torna um inferno que drena a energia vital daqueles que estão em sua proximidade, outros usuários do elemento Fogo não escapando à regra. Aparentemente, Fudou também pode controlar a lava, devido a mesma escoar por alguns cantos da Casa de Virgem (em sua primeira encarnação). Não obstante a isso, Fudou também pode utilizar o Elemento Luz em uma escala menor, mas ainda sim poderosa.
  • Domínio do Sétimo Sentido: Como um Cavaleiro de Ouro, Fudou tem o completo controle sobre o Sétimo Sentido, podendo desferir golpes a velocidade da luz, permanecer consciente mesmo se por acaso vier a perder os outros seis sentidos e por ser o Cavaleiro de Virgem, assim como seus precededores, seu domínio sobre o Sétimo Sentido é acima da maioria dos de Ouro.
  • Estilo de Luta: Assim como os cavaleiros de Virgem anteriores, utiliza seus poderes e sua ideologia de vida, baseados nos ensinamentos da doutrina budista. Entre sua habilidades estão a grande perícia em manipular armas, manipular "portais" (habilidade também pertencente a Amor de Peixes), e também desenvolvidas habilidades de telecinese. Também possui um alto domínio extra-sensorial, o que o permite usar habilidades de controle de dimensões. Ele também foi capaz de trabalhar em conjunto com outros Cavaleiros de Ouro em lutas contra inimigos extremamente fortes, sendo que durante sua luta contra Hyperion, Fudou junto a Shiryu e Kiki, foram capazes de criar uma Exclamação de Atena que de tão forte destruiu de vez a Tenchihōmetsuzan (antes só rachada por Genbu) e quase matou o Pallasito.
  • Mantras: Como todos os Cavaleiros de Virgem conhecidos, Fudou tem acesso a mantras que possuem diversos efeitos diversos durante o combate.
    • Ohm (): Usado para expandir a energia e queimar o cosmo ao máximo.
    • Kāhn: Usado para criar uma barreira em torno de Fudou e protegê-lo de qualquer ofensiva do oponente, sendo esta a principal habilidade que lhe deu rendeu o titulo de "O Guardião Inabalável e Imóvel". Orion foi uma das poucas pessoas capazes de romper esse mantra, obrigando Fudou a se mover para evitar ser atingido.

EquipamentosEditar

Qeecfqwrfq

Espada e Corda de Fudou.

Durante muito tempo, os Cavaleiros de Atena não podiam usar armas, o que era considerado falta de honra. O único que tinha permissão para empunhá-las era o Cavaleiro de Ouro de Libra, que era a balança que julgava o bem e o mal, e ainda assim, era muito raro utiliza-las. A Espada e o Chicote de Fudou-Myo são armas atuais, ou seja, não vinham em conjunto com a Armadura de Virgem até o século XXI. Além disso, a sabedoria e o incrível poder do Cavaleiro de Virgem permite que ele faça bom uso de seus equipamentos. Uma peculiaridade da Espada de Fudo-Myo que não é presente na Espada de Libra, é que ela pode assumir diversas formas, podendo aparecer tanto com uma espada de pedra, quanto como uma espada de ouro. Fudou não usa sua espada para atacar o inimigo diretamente, mas a usa como um "canal" para expandir seu Cosmo de Fogo (no caso das técnicas "Explosão de Fogo do Inferno" ou "Castigo Divino").

Outras HabilidadesEditar

EncarnaçõesEditar

Fudou Liberando seu Cosmo

Fudou ao iniciar sua segunda encarnação

Semelhante a Paradox de Gêmeos, que possui um Cosmo duplo por causa de sua dupla personalidade, Fudou possui uma habilidade similar de renovar e aumentar sua Cosmo Energia através das etapas conhecidas como "encarnações". Estas transformações lhe dão uma fonte de poder ainda maior e são autodenominadas "Sanrinshin", sendo que a cada alteração dela, ela se torna mais forte que a outra, em um total de três ciclos. Em ultima analise, para derrotar Fudou totalmente é necessário vence-lo três vezes.
  • Primeira Encarnação: Aparece quando Souma e Haruto chegam à Casa de Virgem e ficam presos no purgatório criado por Fudou para puni-los, mostrando nisso toda a sua maestria na manipulação do Fogo.
  • Segunda Encarnação: É mostrada quando ele veste sua armadura e essa encarnação é forte, violenta e aterradora, impedindo pela força aqueles que ficam contra o Cavaleiro de Virgem.
  • Terceira Encarnação: É mais serena, conhecida como "forma iluminada", ela mostra as verdades do Universo calmamente, e aparece quando Fudou eleva seu cosmo para derrotar Eden, os outros cavaleiros de bronze, onde tenta persuadi-los a se renderem.

Técnicas EspeciaisEditar

Ohm4

"Punir"
("Ohm")
Durante suas batalhas, Fudou utiliza pode utilizar este Mantra para derrotar seus inimigos. O "Ohm", utilizado por Fudou para inúmeros fins. Fudou pode usá-lo liberando uma onda de energia que devolve os ataques ao inimigo, ou pode usá-lo como uma “preparação”, que pode intensificar a força liberada pelo ataque que vier a seguir. Durante a batalha contra Hyperion, Fudou parece ter utilizado este mantra para disparar todo seu cosmo em um poderoso ataque.
Khan "Ascenção"
("Kahn")
A "barreira", que pode apresentar duas formas: Uma esfera de energia que pode defender Fudou de qualquer ataque de qualquer direção, ou pode ser utilizado juntamente com a “Vinda dos Myos”, para controlar os espíritos dos Cinco Reis da Luz e da Sabedoria e para liberar os feixes de luz. Na luta contra os cavaleiros de bronze nas doze casas, ele conseguia repelir o ataque destes. Provavelmente é graças ao poder desta técnica que foi considerado como o cavaleiro imóvel.

Naumaku Sanmanda Bazaradan Kan 11 

Explosão de Fogo do Inferno
(Naumaku Sanmanda Bazaradan Kan)
Este ataque básico de Fudou possui duas maneiras de ser lançado:



Na primeira variação, Fudou aquece seu cosmo e o canaliza na ponta de sua espada de Fudou-Myo. Em seguida, ele libera a energia na forma de uma rajada de cosmo que é direcionada ao chão. Quando a energia entra no chão, abaixo do adversário, o chão se abre, e uma explosão de cosmo é liberada na forma de um gigantesco pilar de fogo, que torra o oponente.


Na segunda variação, após usar o golpe “Condenação aos Mundanos”, aproveitando-se que os adversários estão impossibilitados de reagir, Fudou eleva seu cosmo e manipula o elemento do Fogo, para criar uma onda de magma, que cerca e atinge o adversário de todos os lados, e destrói seu corpo por causa da alta temperatura.

Obs: Este é um trecho do Mantra de adoração a Fudou-Myo, o Senhor Inabalável e Imóvel, para pedir-lhe benção e orientação.

 

Condenação aos Mundanos

Condenação aos Mundanos
(Shougyou Danzai)
Fudou se utiliza de sua outra arma de Fudou-Myo, uma corda, para realizar este outro ataque. O Cavaleiro de Virgem lança essa corda, que se enrola no adversário e o prende, apertando-o cada vez mais, e queimando seu coração e seu corpo. Se o oponente tentar se soltar, a corda pode se prender ao chão impossibilitando a fuga, ou pode dominar o adversário até desequilibrá-lo e derrubá-lo no chão. As cordas têm a propriedade de só destruir o inimigo, se ele tiver um coração maligno, e também não podem ser defendidas, sendo quebradas somente se o oponente for puro de coração.
 

Shouji Soumehau

Castigo Divino
(Shouji Soukumei Han)
Esta técnica pode ser utilizada como uma segunda fase, como uma variação do “Condenação aos Mundanos”. Enquanto mantêm seus adversários presos com suas cordas, Fudou ergue sua espada para o alto e a enche com seu cosmo de Fogo, enquanto surge atrás dele uma ilusão representando uma gigantesca imagem de Fudou-Myo. Em seguida, com uma velocidade absurda, ele retalha e fatia o alvo com a lâmina da espada.
 

Myoo Lainin02

Despertar dos Grandes Reis
(Myo Rairin)
Utilizando-se de toda a sua fúria (que inclusive deforma seu rosto), Fudou une suas mãos em forma de oração, e invoca os espíritos dos Cinco Grandes Reis da Luz e da Sabedoria, da mitologia budista, para julgar seus adversários, criando uma poderosa parede de cosmo por trás dele, onde aparece a ilusão dos espíritos. Quando Fudou utiliza o mantra “Kahn”, os Cinco Reis liberam de seus olhos uma série de feixes vermelhos de luz, que se juntam e geram uma enorme explosão de energia cósmica que queima o adversário e o eleva com força para cima, prendendo-o em um círculo flamejante de cosmo, como uma forma de crucificação. Em seguida, sob o comando de Fudou, os Cinco Reis disparam de seus olhos, várias lanças de energia coloridas que perfuram diretamente o coração do oponente, que em seguida é arremessado violentamente ao chão. A natureza ofensiva do golpe varia de acordo com a maldade no coração do inimigo.
 

Godai Shougou01

Alvorecer Divino
(Godai Shougou)
Após arrastar o adversário para a “Sala do Julgamento”, Fudou o interroga, para avaliar a pureza de sua alma. Se o coração do inimigo for julgado maligno, Fudou o prende em um círculo vermelho de energia, invoca a espada dourada de Fudou-Myo e a ergue para cima. Logo depois, a espada libera um pilar de energia do Elemento Luz, que se levanta ao céu. Em seguida, a força do pilar se transforma em um raio que avança velozmente, caindo com toda a força sobre o inimigo, que é fulminado pelo golpe.

BatalhasEditar

Omega75 0191

Batalhas de Fudou de Virgem

Os principais oponentes do Cavaleiro de Virgem ao longo da série foram:

FrasesEditar

Eu sou o guardião imóvel da Casa de Virgem. O cavaleiro de Ouro da convicção e salvação. Me chamo... Fudou de Virgem

Fudou para Souma e Haruto na Casa de Virgem na batalha das Novas Doze Casas.

Vamos começar. A nova salvação.

Fudou derrotando alguns Pallasites após chegar em Pallasbelda.


Por muitos e muitos anos, eu desejei mais que todos a paz na terra pela humanidade. E lutei por isso. No entanto... A arrogância da humanidade não tem fim. E Não é só isso. Eles brigam entre si. Machucam-se. Matam-se. E não só isso. Eu descobri que para salvar a humanidade... É necessário refazer este mundo. O Marte escolherá os verdadeiramente fortes. Escolherá governantes capazes com cosmos capazes de proteger a humanidade. Ele está tentando criar um novo mundo. Eu tenho grande admiração por esse ideal. Portanto minha determinação pela salvação, não tremerá jamais. Eu aguentei muito tempo vendo... A feiura dos humanos! Vi esse mundo afundando no inferno! Todos vocês também devem ter perdido pessoas queridas nas guerras. Também devem ter sentido na pele o karma da humanidade. Lembrem-se!

Fudou para os Cavaleiros de Bronze na Casa de Virgem na batalha das Novas Doze Casas.


Eu, Fudou, nunca tive apego ao título de Cavaleiro de Ouro, o qual recebi do meu amigo Marte. Vou acompanhá-los.

Fudou para Kiki e Shiryu antes de usarem a Athena Exclamation contra Hyperion.


Afaste-se Atena. Todos estão lutando para proteger você. Se for para a frente agora, o sentimento deles será desperdiçado

Fudou para Atena durante a luta de Seiya VS Galia no Castelo de Pallas.


É mesmo tolice. Atena e Pallas, as duas deusas desejam se encontrar, e meros humanos vão contra a vontade de deuses e tentam impedi-los. E entrar sozinha no território inimigo por esta preocupada com a segurança desses humanos não é algo que uma deusa faria. Mas há verdade nisso. Um coração capaz de se preocupar com o próximo. Um coração assim é forte. Capaz de até mesmo superar suas posições como deuses e humanos. E capaz de destruir até grandes inimigos. É algo que percebi observando Atena e os humanos. Agora eu realmente fiquei com vontade de ver. Como será o mundo que Atena e os humanos desejam. Vá Seiya, junto com Atena! Eu cuidarei desta batalha!

Fudou para Hyperion e os Cavaleiros de Ouro no Castelo de Pallas.

CuriosidadeEditar

  • O caráter e maioria das técnicas de Fudou são baseadas em muitos conceitos e aparência relacionadas a deidade de Acala/Fudo-Myōō:
    • Auto-Controle: a completa serenidade de Fudou.
      • O fato dele perder a paciência e se entregar a raiva é considerado uma ironia, já que ele alega ser reencarnação de uma deidade que tinha como principal valor a serenidade.
    • Aiquidô: A compreensão e a sabedoria de Fudou sobre o mundo e consigo mesmo.
    • Aparência Temível: durante sua segunda encarnação, a raiva e a ira deformam rosto de Fudou, o tornando aterrador.
    • Fogo: Os templos que são dedicados a Acala fazem rituais de fogo periódicos em sua homenagem, fora o fato que a própria deidade é rodeada por chamas. Fudou é usuário do Elemento Fogo provavelmente por esse motivo.
      • Durante a primeira encarnação de Fudou, a Casa de Virgem lembra vagamente os templos dedicados a Acala/Fudo-Myōō.
    • Posicionamento: Fudou é representado sentado para enfatizar ainda mais sua imobilidade.
    • Anomalia: Acala/Fudo-Myōō é frequentemente representado com seus caninos protuberantes e diferentes em tamanho, sendo que uma aponta para baixo, demonstrando sua compaixão pelo mundo, e outro aponta para cima, demonstrando sua paixão pela verdade. Presume-se que a heterocromia e alguns traços da personalidade de Fudou se refira a isso.
  • Os dois objetos que Fudou traz consigo é uma espada usada na mão esquerda que é a imposição da lei e da proteção, enquanto na direita, a corda representa a libertação dos pensamentos negativos.
    • No entanto, no budismo ocorre o oposto, Acala/Fudo-Myōō usa a espada para subjugar demônios em sua mão direita e a corda para apanhá-los e prendê-los na esquerda.
  • Shaka e Fudou

    Shaka, o Supremo Buda, e Fudou, o Inabalavel

    Enquanto todos os Cavaleiros de Virgem antecessores de Fudou já conhecidos eram (presumivelmente) reencarnações de Buda, ele foi o primeiro mostrado até agora da geração de Cavaleiros de Virgem a ser reencarnação de outra deidade do budismo que não seja a do fundador da religião.
    • Tal fato deve ter ocorrido por causa de Fudou ser o oposto de Shaka de Virgem, sendo que este era visto como o "O mais próximo de Deus" e aquele que trás a verdadeira iluminação, enquanto Fudou é tido como o "Inabalável" e aquele que age como protetor contra a escuridão.
    • Outro fator que indica mais as oposições deles são os utensílios que usam, sendo o de Shaka (e Asmita de Virgem também) o rosário, que em diversas religiões é usado para alcançar a libertação e a salvação, enquanto Fudou usa a espada e o chicote, que enfatizam ainda mais seu titulo de guardião que impõe e rege a lei.
  • Fudou é o primeiro Cavaleiro de Virgem conhecido a não possuir a técnica suprema comum entre todos os Cavaleiros de Virgem, ou seja, o "Tesouro do Céu", bem como também de, aparentemente, não se privar de um sentido.
    • No entanto, Fudou esta empatado com Shaka e Asmita em número total de técnicas.
  • Fudou, ao lado de alguns Cavaleiros de Ouro, não fazem sua aparição no jogo Saint Seiya Ômega: Ultimate Cosmos

Imagens OficiaisEditar

GaleriaEditar

  • Fudou após ser atingido pela "Orion Devastation".
  • Uma das armas utilizadas por Fudou: a Espada de Fudo-Myo.
  • Uma das armas utilizadas por Fudou: o Chicote de Fudo-Myo.
  • Fudou de Virgem é a reencarnação do Buda Acala-Myo.
  • Fudou com o rosto deformado pela raiva.
  • Fudou prende Eden na "Sala do Julgamento".
  • Fudou usa o "Kahn" para se defender do ataque de Souma.
  • Fudou deixa Eden sair da Casa de Virgem.
  • Fudou sem a Armadura de Virgem.
  • Fudou com o rosto deformado pela raiva.
  • Fudou com os olhos fechados.
  • Fudou utilizando o elemento fogo
  • Fudou usa seus círculos de energia em Eden

Referências BibliográficasEditar

  1. Os Cavaleiros do Zodíaco Ômega (Saint Seiya Omega), Episódio 37.
  2. [1] Perfil do personagem - Site em japonês
Cavaleiros de Ouro
Século XIII
(The Lost Canvas)
Krest de AquárioOutros
Século XV
(The Lost Canvas)
Sage de CâncerOutros
Século XVIII
(The Lost Canvas)
Antes da Série
Hasgard de TouroAspros de GêmeosIlias de LeãoSísifo de SagitárioRugonis de Peixes
Século XVIII
(The Lost Canvas)
Após o renascer de Hades
Shion de ÁriesHasgard de TouroDefteros de GêmeosManigold de CâncerRegulus de LeãoAsmita de VirgemDohko de LibraKardia de EscorpiãoSísifo de SagitárioEl Cid de CapricórnioDégel de AquárioAlbafica de Peixes
Século XVIII
(The Lost Canvas)
Após a Série
Teneo de TouroDohko de Libra
Século XVIII
(Next Dimension)
Shion de Áries(G)Ox de TouroKain e Abel de GêmeosContador da Morte de CâncerKaiser de LeãoShijima de VirgemDohko de LibraCavaleiro de SerpentárioIzo de CapricórnioCardinale de Peixes
Século XX
(Saint Seiya)
Mu de Áries(G)Aldebaran de Touro(G)Saga de Gêmeos(G)Kanon de GêmeosMáscara da Morte de Câncer(G)Aioria de Leão(G)Shaka de Virgem(G)Dohko de Libra(G)Miro de Escorpião(G)Aioros de Sagitário(G)Shura de Capricórnio(G)Camus de Aquário(G)Afrodite de Peixes(G)
Século XXI
(Saint Seiya Ω)
Kiki de ÁriesHarbinger de TouroParadox de GêmeosIntegra de GêmeosSchiller de CâncerMicenas de LeãoFudou de VirgemGenbu de LibraShiryu de LibraSonia de EscorpiãoSeiya de SagitárioIonia de CapricórnioTokisada de AquárioAmor de Peixes
Século XXI
(Episode G Assassin)
Shun de Virgem
Não-canon/Não confirmados Shaina de Ofiúco*
Exército de Atena (Ômega)
Deus Atena
Cavaleiros de Ouro Kiki de ÁriesHarbinger de TouroParadox de GêmeosIntegra de GêmeosSchiller de CâncerMicenas de LeãoFudou de VirgemShiryu de LibraGenbu de LibraSonia de EscorpiãoSeiya de SagitárioIonia de CapricórnioTokisada de AquárioAmor de Peixes
Cavaleiros de Prata Menkar de BaleiaBayer de BoieiroMiguel de Cães de CaçaDorie de CérberoMichelangelo de EscultorAlmaaz de CocheiroJohann de CorvoKazuma de Cruzeiro do SulEnnead de EscudoSham de FlechaBartschius de GirafaIchi de Hidra MachoFly de MoscaShaina de OfiúcoPavlin de PavãoMirfak de PerseuTokisada de RelógioBalazo de Retículo
Cavaleiros de Bronze Kouga de PégasoRyuho de DragãoSoma de Leão MenorYuna de ÁguiaHaruto de LoboEden de ÓrionShun de AndrômedaIchi de HidraHyoga de CisneIkki de FênixSpear de Peixe-espadaParadise de Ave-do-paraísoHooke de CompassoDali de Coroa BorealLuciano de EsquadroRudolph de RenaGuney de GolfinhoKomachi de GrouArné de LebreMirapolos de LinceYoshitomi de LoboArgo de Peixe VoadorGray de PombaKitalpha de Cavalo MenorCeleris de Cavalo MenorSubaru de Cavalo MenorOutros
Ex-Cavaleiros ShiryuGekiBanNachiJabuGeorgesVice-diretor
Cavaleiros de Aço SubaruErunaEmmaKerryBanNachiGekiSho do CéuUshio do MarDaichi de Terra
Exército de Marte
Deus Marte
Marcianos SoldadosEsquadrão Formiga
Reis Celestiais DianaBacoVulcanoRomulo
Alto-Marcianos Sonia de Vespa
Feiticeira Imperial Medea
Guerreiros Marcianos Ordykia de Louva-a-deusRagno de AranhaIrmão MarcianoIrmão Marciano IICapitão MarcianoRajinsuki de Formiga
Guardiões das Ruínas Fly de MoscaMichelangelo de EscultorSonia de VespaMirfak de PerseuBartschius de GirafaMenkar de BaleiaBayer de Boieiro
Cavaleiros de Bronze Eden de Órion
Cavaleiros de Ouro Kiki de Áries*Harbinger de TouroParadox de GêmeosSchiller de CâncerMicenas de LeãoFudou de VirgemGenbu de Libra*Sônia de EscorpiãoIonia de Capricórnio*Tokisada de AquárioAmor de Peixes
Divindades
Deuses Primordiais
(Episódio G)
Urano (o Céu) • Pontos (o Mar) • Érebo (a Escuridão) • Eros (o Amor) • Gaia (a Terra)
Deuses Olímpicos ZeusPoseidonHadesAtenaApoloÁrtemisAresHermesAfrodite
Clã dos Titãs
(Episódio G)
CronosHyperionCéosIapetoCréosOceanoRéiaTêmisMnemôsineTéiaTétisFebePrometeu
Clã dos Gigas
(Episódio G)
LyaxPhloxAnemosBronteSpateZugilosHoplismaDrakonThêr
Deuses dos Sonhos
(The Lost Canvas)
OneirosMorfeuFântasoÍceloFobetor
Panteão Egípcio
(Episódio G)
AnubisApófis
Panteão Celta
(The Lost Canvas)
LugBalorEthlinn
Panteão Asteca
(The Lost Canvas)
TezcalipocaQuetzalcóatl
Panteão Romano MarteSaturnoDianaVulcanoBacoRomuloCupidoPlutão
Panteão Nordico OdinLoki
Outras Divindades TártaroCaosChronosKairosHypnosPallasThanatosDeimosFobosTifãoAbelNikéÉrisDeusEuríbiaPerséfoneApsu
Semideuses e portadores de Ikhor KardiaTenmaDohkoRadamanthysEdenShura (G)
Hospedeiros AloneEiriJulianSaoriSashaSerafinaShunKougaFudouYohmaCarbellaWesdaHuexdaCrúiachEnceladoMeiLudwigKyokoSubaru

Rede da Wikia

Wiki Aleatória