Wikia

Saint Seya Wiki

Orfeu de Lira

Comentários19
1 833 pages em
Este wiki
Orfeu de Lira
Vlcsnap-2013-10-03-14h59m37s234
Nome
Títulos O lendário bardo[1]
Japonês ライラのオルフェウス
琴座のオルフェウス
Romanização Raira no orufeusu
Koto-za no orufeusu
Tradução Orfeu de Harpa
Outros nomes Lyra Orpheus
Simbologia Orfeu
Dados gerais
Classificação Cavaleiro de Prata
Cavaleiro Fantasma
Armadura Armadura de Lira
Constelação Lyra
Divindade Éris
Dados básicos
Gênero Masculino
Dados de treinamento
Dados de anime e mangá
Estréia Filme O Santo Guerreiro
Seyuu Yūji Mitsuya
Dublador Silvio Giraldi

O lendário Cavaleiro Menestrel!!

Coleção Anime Classics - O Santo Guerreiro

Orfeu de Lira é um dos Cavaleiros Fantasmas, revividos pela Deusa Éris no filme O Santo Guerreiro.

Origem do Nome

Orfeu vem do grego Ὀρφεύς (Orféf̱s), que possui origens incertas, mas foi ligado por alguns pesquisadores ao termo ὀρφανός (orfanós), que significa "órfão" ou "aquele que fora orfanado".

Particularidades da Armadura

Harp

Armadura de Orfeu.

A Armadura de Lira é uma das 88 representações das constelações que protegem os guerreiros de Atena . Ela possui um tom Azul, e extremidades roxas. Supõe-se que mantém propriedades equivalentes a quando Orfeu era um Cavaleiro de Prata; se for o caso, congela a -200 ºC. 

Historia

Vlcsnap-2013-02-24-18h36m06s127

Orfeu sendo ressuscitado por Éris.

Reunião cavaleiros fantasmas

Os cavaleiros fantasmas apresentam-se a Éris.

Em uma era passada, Orfeu fora um cavaleiro famoso, conhecido como "o lendário cavaleiro menestrel". Depois de sua morte, é enviado ao Meikai, mas ganha um novo corpo após jurar fidelidade a Éris, a deusa da discórdia, sendo renascido no século XX. Quando Eiri é atraída pelo cometa Repulse e vai a seu encontro, o Santuário de Éris começa a se reerguer nas montanhas de Hokkaido, e quando a Maçã Dourada é tocada por ela e a deusa retorna completamente, Orfeu acorda junto dos outros cavaleiros fantasmas. Ele chega ao santuário junto de Maya de Flecha, Yan de Escudo e Khristós de Cruzeiro do Sul, logo após Jaga de Órion, e apresenta-se para Éris.

Orfeu templo

Orfeu toca sua lira na área que lhe fora designada no santuário de Éris.

Algum tempo depois, ele espera pelos Cavaleiros de Bronze desafiados pela deusa Éris, e toca sua lira em uma área com muitas estátuas gregas antigas até ser encontrado por Shun de Andrômeda. Após a troca de algumas palavras, Orfeu ataca sem aviso usando sua técnica Réquiem de Cordas, envolvendo o corpo de Shun com diversas linhas cortantes. Quando estava prestes a decepar a cabeça de Andrômeda, Orfeu é surpreendido por Ikki de Fênix, que corta todas as linhas e salva seu irmão.

Morte de Orfeu

Orfeu é derrotado.

O cavaleiro fantasma conta a Fênix que, se não tivesse se intrometido, Shun teria uma morte tranquila, e o outro responde com seu Golpe Fantasma de Fênix, que faz Orfeu rever uma cena de seu passado, seguida de uma vívida visão de um inferno flamejante. Ikki se vira, dizendo que a mente de Lira já estava destruída, ao que ele começa a rir. Ele diz que, como cavaleiro fantasma, não teme o inferno, por já ter estado nele. Quando Fênix o esnoba por ter vendido sua alma, Orfeu o ataca com seu Réquiem de Cordas, esquecendo-se da regra de ouro do combate entre cavaleiros - o mesmo golpe não funciona duas vezes contra um cavaleiro - em sua fúria. Como Ikki havia visto a técnica secreta, ele é capaz de ver sua fraqueza e esquivar-se das linhas, lançando sua Ave Fênix no cavaleiro fantasma, derrotando-o e causando ferimentos mortais, destruindo sua armadura renascida.

Técnicas secretas

Requiem de Cordas Réquiem de Cordas
(String Requiem)
Orfeu emite um som de sua lira e suas cordas vão contra o oponente, permitindo que Orfeu possa até decepar sua cabeça. Lembra o ataque de Mime de Benetnasch por ter a mesma forma de matar o inimigo e nome.

Curiosidades

  • Orfeu de Harpa, como é chamado em ambas as dublagens, é um erro de adaptação, já que a constelação guardiã dele é Lira.
  • Mais adiante, o personagem serviu de inspiração para a criação de Mime de Benetnasch na saga de Asgard.
  • Para não causar confusões, Kurumada resolveu usar o nome Orphée (inspirado pelo filme francês de mesmo nome) quando introduziu o cavaleiro de Lira na Saga de Hades, indicando que eles não são o mesmo personagem.

Galeria

Referências e notas

  1. 伝説の吟遊詩人; densetsu no gin'yūshijin, também traduzível como menestrel ou trovador.

Assume-se que todo o conteúdo não referenciado venha da série original, sendo inteiramente canon. Abaixo a lista de referências comuns.

  • <ref name=G/> = Episódio G
  • <ref name=hyper/> = Hipermito
  • <ref name=TLC/> = The Lost Canvas
  • <ref name=Omega/> = Ω
Cavaleiros de Prata
Eras desconhecidas Khristós de Cruzeiro do SulYan de EscudoMaya de FlechaJaga de ÓrionOrfeu de LiraEnterrados no Santuário
Século XVI
(The Lost Canvas)
Hakurei de AltarOutros
Século XVIII
(The Lost Canvas)
Hakurei de AltarYuzuriha de GrouOutros
Século XVIII
(Next Dimension)
Suikyo de Taça
Século XX
(Saint Seiya - Canon)
Marin de ÁguiaMoses de BaleiaAsterion de Cães de CaçaSirius de Cão MaiorDaidalos de CefeuBabel de CentauroDante de CérberoCapella de CocheiroJamian de CorvoPtolemy de FlechaAlgethi de HérculesMisty de LagartoOrphée de LiraDio de MoscaShaina de SerpentárioAlgol de Perseu
Século XX
(Saint Seiya - Spin-offs)
Nicol de AltarNoesis de TriânguloRigel de ÓrionGeorg de Cruzeiro do SulJuan de Escudo
Século XX
(Saint Seiya - Não-canon)
AresAlbiore de CefeuÁgora de LótusShiva de PavãoAracne de TarântulaSpartan
Século XXI
(Omega)
Menkar de BaleiaBayer de BoieiroMiguel de Cães de CaçaDorie de CérberoMichelangelo de EscultorAlmaaz de CocheiroJohann de CorvoKazuma de Cruzeiro do SulEnnead de EscudoSham de FlechaBartschius de GirafaIchi de Hidra Macho*Fly de MoscaShaina de OfiúcoPavlin de PavãoMirfak de PerseuTokisada de RelógioBalazo de Retículo

Rede da Wikia

Wiki Aleatória